“WhatsApp” corporativo é a mais nova oferta em mobilidade: conheça o AirWatch Chat

Home »  Geral »  “WhatsApp” corporativo é a mais nova oferta em mobilidade: conheça o AirWatch Chat

Ele possui todas as facilidades do sistema de mensagens por aplicativo, com o benefício de ser integrado a ferramentas de gestão e submetido a políticas de segurança

por Vinicius Boemeke

A popularização de apps de mensagens, como WhatsApp e SnapChat, acendeu uma luz de alerta para os CIOs: como adequá-los às políticas de segurança das empresas? Quem deu a resposta à demanda do mercado foi a AirWatch, com o seu recém-lançado AirWatch Chat. Anunciado em setembro de 2014, durante o evento anual da fabricante, o sistema traz a facilidade de uso de ferramentas pessoais, com o diferencial de ser totalmente integrado aos sistemas de gestão móvel.

Apps de troca de mensagens invadiram as empresas por iniciativa dos funcionários. Mas a flexibilidade e melhoria de desempenho foram comprometidas por muitos desafios de segurança e controle, que são endereçados nessa versão corporativa do sistema. Entre os principais dilemas da TI estavam: falta de APIs que permitissem a customização de funções; capacidade de criptografar e armazenar as mensagens para fins de ouvidoria e backup; e restrição do uso somente para fins profissionais, para evitar consumo excessivo de dados ou perda de produtividade do colaborador.

O AirWatch Chat oferece:

  • Controle de acesso e criptografia na mensagem de ponta a ponta, sendo que someChatlist-iOS1nte dispositivos registrados podem acessá-la;
  • Gerenciamento da segurança com recursos que incluem limite de armazenamento de arquivos criptografados em no máximo 30 dias; realização de backups antes de uma limpeza de dados; geração de relatórios sobre o uso do armazenamento; e acesso somente com senha;
  • Restrição da troca de mensagens multimídia; bloqueio da função “copiar e colar” e da câmera; e gerenciamento de custos dos dados, permitindo o uso somente com uma conexão Wi-Fi;
  • Integração com o Active Directory, suportando login único e acesso à lista de contatos empresariais nos dispositivos dos usuários geridos por ferramentas da AirWatch;
  • Upload de fotos e visualização do status de outros usuários;
  • Recuperação de mensagens enviadas quando o dispositivo estiver desligado, permitindo sincronização entre múltiplos aparelhos.

Esse lançamento deixa claro que o movimento de Bring Your Own Device (Byod, ou traga seu próprio dispositivo) não é isolado no processo de transformação das dinâmicas corporativas: o Bring Your Own App (Byoa, ou traga seu próprio aplicativo) também exerce pressão e torna necessária a adaptação da TI como a conhecemos.

Saiba mais:

WhatsApp nas empresas: prós e contras para o CIO

Estratégias em mobilidade têm forte tendência de crescimento no Brasil, diz AirWatch by VMWare

(#2) O que vi no AirWatch Connect 2014: Brasil está no “primeiro degrau” em estratégias móveis

Imagens: AirWatch by VMware

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>